sábado, 10 de abril de 2010

AMOR POR EDUCAR!




Sou Educadora Infantil

Quando digo que sou Educadora Infantil as pessoas, em geral respondem com um “Ah” tão insípido, que sinto vontade de dizer:

Em que outra profissão eu poderia por laços no cabelo, fazer penteados inovadores e ver um desfile de moda todos os dias?

Onde é que me diriam logo de manhã e por mais simplesmente que estivesse vestida, que estou “tão linda”?

Em que outra profissão me abraçariam para me dizer o muito que me querem?

Onde eu seria tão importante que até poderia limpar o nariz dà estrela do desfile?

Em que outra profissão esqueceria os meus problemas, pois tenho que dar resposta a vários corações aflitos?

Onde poderia ajudar pequenas mãos a começarem a desenhar e a escrever, sabendo que um dia poderão ser artistas ou escritores famosos?

Em que outra profissão receberia tantas e tão lindas flores?

Como poderia receber tantos beijinhos meigos e “doces”?

Em que outra profissão receberia todos os dias sorrisos lindos e sinceros como estes?

Onde me fariam, de boa vontade, tantos “retratos” grátis?

Em que outra profissão eu seria assim escutada e as minhas palavras causariam tanta admiração?

Onde poderia assistir na primeira fila à execução de grandes “obras de arte”?

Em que outra profissão, quando eu faltasse dois dias, me receberiam com tanta saudade e braços abertos?

Onde conseguiria conservar a alma tão jovem, senão no meio de um grupo cuja atenção é tão efêmera que tenho que ter sempre à mão uma “caixa de surpresas”?

Onde poderia aprofundar os meus conhecimentos sobre bichos da seda, caracóis, abelhas, borboletas?

Em que profissão derramaria lágrimas ao dar por terminado mais um ano?

Sinto-me “grande” trabalhando com os pequenos.
Sinto-me cada vez maior com o que aprendo com eles!

Por tudo isto e por muito mais, obrigada.
Por tudo isto e por muito mais é que continuo a ser Educadora Infantil.

Nenhum comentário: